Anderson Jacson </a>  
Login

Menu

5 visitantes online (1 na seção: )

Usuários: 0
Visitantes: 5

mais...

RSS feed

(1) 2 »
Geral : 
Enviado por anderson em 25/03/2011 08:43:50 (1737 leituras)
Geral

 A carga tributária no Brasil

 

Como não é claro para a maioria de nós quanto de imposto pagamos nos itens que consumimos, acho que vale a pena divulgar esta informação o mais amplamente possível.

Eu estou reproduzindo nesta mensagem um texto extraído do documento Lista de Produtos e Serviços, publicado no site Quanto Custa o Brasil.

Segundo este documento, se calcularmos as médias simples de todos estes itens, chegamos ao valor de 38,30%! Ou seja, qualquer brasileiro, seja qual for o seu nível de renda, paga um valor médio de imposto sobre os produtos que consome muito acima da maior alíquota do imposto de renda. Para quem paga imposto de renda, ao somarmos os tributos cobrados pelos produtos, vemos que muitos brasileiros pagam mensalmente, em impostos, mais da metade do que ganham. Uma casa popular, por exemplo, paga 49,02% de impostos. Qual a lógica disto?

Enfim, vejam os dados e fiquem a vontade para chegar às suas próprias conclusões.

Lista de Produtos e Serviços

A carga tributária brasileira não é apenas alta. É complexa. Porém, é fácil compreender que a teia tributária se estende por toda a cadeia econômica. Os impostos, taxas e contribuições também alcançam a produção, o investimento, o trabalho, a importação, a exportação, a renda, a propriedade ... e por aí vai. A tabela apresentada a seguir tem apenas o objetivo de exemplificar este sobrepeso tributário sobre o consumo direto, que afeta a todos os brasileiros, independente de sua renda. Os tributos listados tiveram como fonte de informaçao o IBPT - Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, mas podem apresentar alterações devido a eventuais mudanças da política tributária federal nos últimos dois anos, bem como distintas tributações praticadas por Estados, Municípios e Distrito Federal.

Bens Duráveis e Serviços Carga tributária
Mesa de madeira 30,57%
Cadeira de madeira 30,57%
Sofá de madeira/plástico 34,50%
Armário de madeira 30,57%
Cama de madeira 30,57%
Joias (anel em ouro 18K) 50,44%
Motocicleta de até 125 cc 44,40%
Motocicleta acima de 125 cc 49,78%
Bicicleta 34,50%
Automóvel 1.6 Flex 29,20%
Transporte Rod. Interestadual Passageiros 16,65%
Transporte Rod. Interestadual Cargas 21,65%
Transporte Aéreo de Cargas 8,65%
Transporte Urbano Passag. - Metropolitano 22,98%
Passagens aéreas 22,32%
Conta de água 29,83%
Conta de luz 45,81%
Conta de telefone 47,87%

Produtos alimentícios básicos Carga tributária
Carne bovina 18,63%
Frango 17,91%
Peixe 18,02%
Sal 29,48%
Trigo 34,47%
Arroz 18%
Óleo de soja 37,18%
Farinha 34,47%
Feijão 18%
Açúcar 40,40%
Iogurte 24,00%
Leite 33,63%
Café 36,52%
Macarrão 35,20%
Margarina 37,18%
Molho de tomate 36,66%
Ervilha 35,86%
Milho verde 37,37%
Biscoito 38,50%
Chocolate 32%
Achocolatado 37,84%
Ovos 21,79%
Frutas 22,98%

Produtos de limpeza e higiene pessoal Carga tributária
Álcool 43,28%
Detergente 40,50%
Saponáceo 40,50%
Sabão em barra 40,50%
Sabão em pó 42,27%
Desinfetante 37,84%
Água sanitária 37,84%
Esponja de aço 44,35%
Sabonete 42%
Xampu 52,35%
Condicionador 47,01%
Desodorante 47,25%
Aparelho de barbear 41,98%
Papel Higiênico 40,50%
Pasta de Dente 42,00%

Material escolar Carga tributária
Caneta 48,69%
Lápis 36,19%
Borracha 44,39%
Estojo 41,53%
Pastas plásticas 41,17%
Agenda 44,39%
Papel sulfite 38,97%
Livros 13,18%
Mochilas 40,82%
Régua 45,85%
Pincel 36,90%
Tinta plástica 37,42%
Mensalidade Escolar 37,68% (COM ISS DE 5%)

Bebidas Carga tributária
Refresco em pó 38,32%
Suco 37,84%
Água 45,11%
Cerveja 56%
Cachaça 83,07%
Refrigerante 47%

Louças Carga tributária
Pratos 44,76%
Copos 45,60%
Garrafa térmica 43,16%
Talheres 42,70%
Panelas 44,47%

Produtos de cama/mesa/banho Carga tributária
Toalhas (banho) 36,33%
Lençol 37,51%
Travesseiro 36%
Cobertor 37,42%

Eletrodomésticos Carga tributária
Fogão 39,50%
Microondas 56,99%
Ferro de Passar 44,35%
Telefone Celular 41,00%
Liquidificador 43,64%
Ventilador 43,16%
Refrigerador 47,06%
Aparelho de som 38,00%
Computador 38,00%
Torradeira 45,89%
Batedeira 43,64%
CD 47,25%
Aparelho de MP3 ou Ipod 49,45%
Notebook (acima de R$ 3 mil) 33,62%
DVD 51,59%
Televisor 44,94%

Material de construção Carga tributária
Casa popular 49,02%
Telha 34,47%
Tijolo 34,23%
Vaso sanitário 44,11%
Tinta 45,77%
Fertilizantes 27,07%

Outros Carga tributária
Roupas 34,67%
Livros 15,52%
Sapatos 34,67%
Brinquedos 41,98%
Vassoura 26,25%
Tapete 34,50%
Gasolina 57,03%
Cigarro 81,68%
Medicamentos 36%

Fonte: Dicas-L

Avaliação: 10.00 (2 votos) - Avalie esta notícia - Comentar?
Geral : 
Enviado por anderson em 06/07/2010 07:30:00 (2242 leituras)

Um dia de MERDA! Por Luiz Fernando Veríssimo

   Aeroporto Santos Dumont, 15:30 . Senti um pequeno mal estar causado por uma cólica intestinal, mas nada que uma urinada ou uma barrigada não aliviasse Mas, atrasado para chegar ao ônibus que me levaria para o Galeão, de onde partiria o vôo para Miami, resolvi segurar as pontas . Afinal de contas são só uns 15 minutos de busão. ” Chegando lá, tenho tempo de sobra para dar aquela mijadinha esperta, tranqüilo .” O avião só sairia as 16:30.

Entrando no ônibus, sem sanitários . Senti a primeira contração e tomei consciência de que minha gravidez fecal chegara ao nono mês e que faria um parto de cócoras assim que entrasse no banheiro do aeroporto. Virei para o meu amigo que me acompanhava e, sutil, falei: “Cara, mal posso esperar para chegar na merda do aeroporto porque preciso largar um barro”

Nesse momento, senti um urubu beliscando minha cueca, mas botei a força de vontade para trabalhar e segurei a onda . O ônibus nem tinha começado a andar quando, para meu desespero, uma voz disse pelo alto falante:

“Senhoras e senhores, nossa viagem entre os dois aeroportos levará em torno de 1 hora, devido à obras na pista .” Aí o urubu ficou maluco querendo sair a qualquer custo. Fiz um esforço hercúleo para segurar o trem merda que estava para chegar na estação ânus a qualquer momento. Suava em bicas. Meu amigo percebeu e, como bom amigo que era, aproveitou para tirar um sarro. O alívio provisório veio em forma de bolhas estomacais, indicando que pelo menos por enquanto as coisas tinham se acomodado. Tentava me distrair vendo TV mas só conseguia pensar em um banheiro, não com uma privada, mas com um vaso sanitário tão branco e tão limpo que alguém poderia botar seu almoço nele . E o papel higiênico então: branco e macio, com textura e perfume e, ops, senti um volume almofadado entre meu traseiro e o assento do ônibus e percebi, consternado, que havia cagado .

Um cocô sólido e comprido daqueles que dão orgulho de pai ao seu autor. Daqueles que da vontade de ligar pros amigos e parentes e convidá-los a apreciar na privada . Tão perfeita obra, dava pra expor em uma bienal .

Mas sem dúvida, a situação tava tensa . Olhei para o meu amigo, procurando um pouco de solidariedade, e confessei sério : ” Cara, caguei.” Quando meu amigo parou de rir, uns cinco minutos depois, aconselhou – me a relaxar, pois agora estava tudo sob controle . ” Que se dane, me limpo no aeroporto ” – pensei . “Pior que isso não fico .” Mal o ônibus entrou em movimento, a cólica recomeçou forte . Arregalei os olhos, segurei-me na cadeira mas não pude evitar, e sem muita cerimônia ou anunciação, veio a segunda leva de merda . Desta vez, como uma pasta morna.

Foi merda para tudo que e lado, borrando, esquentando e melando a bunda, cueca, barra da camisa, pernas, panturrilha, calças, meias e pés . E mais uma cólica anunciando mais merda, agora líquida, das que queimam o fiofó do freguês ao sair rumo a liberdade . E depois um peido tipo bufa, que eu nem tentei segurar, afinal de contas o que era um peidinho para quem já estava todo cagado . Já o peido seguinte, foi do tipo que pesa . E me caguei pela quarta vez .

Lembrei de um amigo que certa vez estava com tanta caganeira que resolveu botar modess na cueca , mas colocou as linhas adesivas viradas para cima e quando foi tirá-lo levou metade dos pelos do rabo junto . Mas era tarde demais para tal artifício absorvente . Tinha menstruado tanta merda que nem uma bomba de cisterna poderia me ajudar a limpar a sujeirada .

Finalmente cheguei ao aeroporto e saindo apressado com passos curtinhos, supliquei ao meu amigo que apanhasse minha mala no bagageiro do ônibus e a levasse ao sanitário do aeroporto para que eu pudesse trocar de roupas.

Corri ao banheiro e entrando de boxe em boxe, constatei a falta de papel higiênico em todos os cinco . Olhei para cima e blasfemei: “Agora chega, né ?” Entrei no último, sem papel mesmo, e tirei a roupa toda para analisar minha situação (que conclui como sendo o fundo do poço ) e esperar pela minha salvação, com roupas limpinhas e cheirosinhas e com ela uma lufada de dignidade no meu dia .

Meu amigo entrou no banheiro com pressa, tinha feito o ” check-in ” e ia correndo tentar segurar o vôo . Jogou por cima do boxe o cartão de embarque e uma maleta de mão e saiu antes de qualquer protesto de minha parte . Ele tinha despachado a mala com roupas . Na mala de mão só tinha um pulôver de gola “V”. A temperatura em Miami era de aproximadamente 35 graus .

Desesperado comecei a analisar quais de minhas roupas seriam, de algum modo, aproveitáveis . Minha cueca , joguei no lixo . A camisa era história . As calças estavam deploráveis e assim como minhas meias, mudaram de cor tingidas pela merda . Meus sapatos estavam nota 3, numa escala de 1 a 10

Teria que improvisar . A invenção é mãe da necessidade, então transformei uma simples privada em uma magnifica máquina de lavar . Virei a calça do lado avesso, segurei-a pela barra, e mergulhei a parte atingida na água..

Comecei a dar descarga até que o grosso da merda se desprendeu . Estava pronto para embarcar . Saí do banheiro e atravessei o aeroporto em direção ao portão de embarque trajando sapatos sem meias, as calcas do lado avesso e molhadas da cintura ao joelho (não exatamente limpas) e o pulôver gola “V”, sem camisa . Mas caminhava com a dignidade de um lorde.

Embarquei no avião, onde todos os passageiros estavam esperando ” O RAPAZ QUE ESTAVA NO BANHEIRO” e atravessei todo o corredor até o meu assento, ao lado do meu amigo que sorria . A aeromoça aproximou-se e perguntou se precisava de algo . Eu cheguei a pensar em pedir 120 toalhinhas perfumadas para disfarçar o cheiro de fossa transbordante e uma gilete para cortar os pulsos, mas decidi não pedir: ” Nada , obrigado . Eu só queria esquecer este dia de merda !!! “

Avaliação: 10.00 (2 votos) - Avalie esta notícia - Comentar?
Geral : 
Enviado por anderson em 15/12/2009 06:08:45 (2170 leituras)

58 DICAS PRÁTICAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA, ÁGUA, ETC E PROTEGER O PLANETA
 
 
O planeta está literalmente apodrecendo. No atual ritmo de destruição, em 100 ou 200 anos a Terra não terá mais condições de sustentar vida.

Eu tenho 27 anos, tenho um filho e penso o que pode acontecer em pouco tempo se não fizermos alguma coisa. Você já pensou com é bom tomar uma banho, com água abundante, a sensação  boa que é chegar do trabalho e tomar um banho relaxante? Pois é... se continuar do jeito que vai nossos netos podem não terão esse prazer pois a água pode se tornar muita escassa e a vida por aqui não será muito agradável. Mesmo sabendo que eu você talvez não estejamos mais por aqui. Eu me preocupo e tento dar minha pequena parcela para contribuir. 

Mas e você? Tá se lixando pro problema? Que planeta pretende deixar para os seus filhos e netos? Um planeta podre e fedorento? Quer ser lembrado pelos seus descendentes como o bosta que exauriu todos os recursos naturais e os condenou a viver em uma lata de lixo gigantesca?

O que você pode fazer? Pode começar lendo este texto abaixo e tentar aplicar o que é ensinado.

     

  1. Regule a temperatura do ar condicionado
    Pare com essa mania de colocar o ar condicionado no frio máximo e levantar no meio da noite pra pegar o edredom. Ar condicionado regulado em 15 graus? Por acaso você é esquimó? Ajuste o conforto térmico para uma temperatura amena, agradável e durma nu. (Sua mulher vai gostar dessa dica!). Se você tiver um ar condicionado com timer, programe-o para desligar automaticamente uma ou meia hora antes do horário que você precisa se levantar. O calor agirá gradativamente como um despertador natural. (Essa dica é infalível!)

     

  2. Coma menos carne vermelha
    A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo pelo efeito estufa. Pare de rir, imbecil. Não é piada. Você já sentiu aquele cheiro pavoroso quando você se aproximou de alguma fazenda/criação de gado? Pois é: É metano com enxofre, que combinados formam um gás inflamável, poluente, e ultra-mega-fedorento. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma quantidade absurda, quase criminosa de água. Para você ter uma idéia: Para produzir 1kg de carne vermelha são necessários 2000 litros de água potável. O mesmo quilo de frango só necessita 10 litros.

     

  3. Deixe de ser muquirana e compre uma máquina de lavar roupas
    Já foi tempo que máquinas de lavar roupas eram artigos de luxo. Hoje em dia elas são baratas. Com 50 pratas por mês você compra uma. Além do mais, toda vez que sua mãe ou mulher lava as suas cuecas derrapadas e camisas suvaquentas no tanque, ela gasta até 200 litros de água. Uma máquina de lavar em sua capacidade total gasta no máximo 70 litros.

     

  4. Cozinhe com fogo mínimo
    Se você não faltou às aulinhas de ciências no 1º grau você sabe: Não adianta, por mais que você aumente o fogo, sua comida não vai cozinhar mais depressa, pois a água não ultrapassa 100ºC em uma panela comum. Com o fogo alto, você vai é desperdiçar gás e queimar toda a porcaria da sua comida que já não é lá essas coisas.

     

  5. Compre um ventilador de teto
    Nem sempre faz calor suficiente pra ser preciso ligar o ar condicionado. Na maioria das vezes um ventilador de teto é o ideal para refrescar o ambiente economizando 90% de energia.

     

  6. Tampe suas panelas enquanto cozinha
    A "Panex", "Tramontina" e "Rochedo" não fabricam tampas apenas para entulhar seu armário. Elas foram feitas para serem usadas. Ao tampar as panelas enquanto cozinha você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar. Parece óbvio, não é? E é mesmo! Dãããããããã...

     

  7. Use uma garrafa térmica com água gelada
    Compre daquelas garrafas térmicas de acampamento, de 2 ou 5 litros. Abasteça-a de água bem gelada e cubos de gelo pela manhã. Você terá água gelada até a noite e evitará o abre-fecha da geladeira toda vez que algum prego quiser uma porcaria de um copo dágua

     

  8. Máquina de lavar louça é pra usar e não para enfeitar a cozinha
    A máquina gasta 30 litros de água pra lavar a louça de 4 pessoas. Se você lavar na pia, gastará pelo menos 100 litros

     

  9. Antes de cozinhar, retire da geladeira todos os ingredientes de uma só vez
    Evite o o abre-fecha da geladeira toda vez que seu cozido precisar de uma cebola, uma cenoura, etc...

     

  10. Não troque o seu celular
    Já foi tempo que celular era sinal de status. Hoje em dia qualquer zé mané tem. Trocar por um mais moderno para tirar onda? Ninguém se importa. Fique com o antigo pelo menos enquanto estiver funcionando perfeitamente ou em bom estado. Se o problema é a bateria, considere o custo/benefício trocá-la e descartá-la adequadamente, encaminhando-a a postos de coleta. Celulares trouxeram muita comodidade à nossa vida, mas utilizam de derivados de petróleo em suas peças e metais pesados em suas baterias. Além disso, na maioria das vezes sua produção é feita utilizando mão de obra barata em países em desenvolvimento. Utilize seus gadgets até o final da vida útil deles, lembre-se de que eles certamente não foram nada baratos.

     

  11. Pare de usar a mangueira de água para varrer a calçada
    A chamada "vassourinha hidráulica", por 15 minutos, desperdiça 280 litros de água. Mais sensato é pegar a vassoura, juntar a sujeira, recolher com a pá e só depois enxaguar o chão com um balde de 10 litros. A limpeza é a mesma. E você deixa de ser cretino.

     

  12. Use somente pilhas e baterias recarregáveis
    É certo que são caras, mas ao uso em médio e longo prazo elas se pagam com muito lucro. Duram anos e podem ser recarregadas em média 1000 vezes.

     

  13. Limpe ou troque os filtros o seu ar condicionado
    Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbônico a mais na atmosfera por ano.

     

  14. Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes
    Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbônico anualmente.

     

  15. Escolha eletrodomésticos de baixo consumo energético
    Procure por aparelhos com o selo do Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).

     

  16. Não deixe seus aparelhos em standby
    Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.

     

  17. Mude sua geladeira ou freezer de lugar
    Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Mantenha-os afastados pelos menos 15cm das paredes para evitar o superaquecimento. Colocar roupas e tênis para secar atrás deles então, nem pensar!

     

  18. Descongele geladeiras e freezers antigos a cada 15 ou 20 dias
    O excesso de gelo reduz a circulação de ar frio no aparelho, fazendo que gaste mais energia para compensar. Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do eletrodoméstico a médio/longo prazo.

     

  19. Use a máquina de lavar roupas/louça só quando estiverem cheias
    Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, selecione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.

     

  20. Retire imediatamente as roupas da máquina de lavar quando ela parar
    As roupas esquecidas na máquina de lavar ficam muito amassadas, exigindo muito mais trabalho e tempo para passar e consumindo assim muito mais energia elétrica

     

  21. Tome banho de chuveiro
    E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.

     

  22. Regule o chuveiro
    Você realmente precisa de uma 'cachoeira' pra tomar um banho?

     

  23. Abra as janelas!
    Seja bem-vinda a luz natural! Abrir janelas, cortinas, persianas, deixar o sol entrar e iluminar a casa é bem melhor que acender lâmpadas desnecessariamente. Além de fazer muito bem ao seu humor, você também vai economizar dinheiro no fim do mês.

     

  24. Use menos água quente
    Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria.

     

  25. Pendure ao invés de usar a secadora
    Você pode economizar mais de 317 quilos de gás carbônico se pendurar as roupas durante metade do ano ao invés de usar a secadora.

     

  26. Nunca é demais lembrar: recicle
    Recicle no trabalho e em casa. Se a sua cidade ou bairro não tem coleta seletiva, leve o lixo até um posto de coleta. Existem vários na rede Pão de Açúcar. Lembre-se de que o material reciclável deve ser lavado (no caso de plásticos, vidros e metais) e dobrado (papel).

     

  27. Configure seu computador
    O screen saver cheio de efeitos especiais do computador não é a melhor maneira de economizar energia. O monitor ligado, mesmo com aquele descanso de tela bacana, é responsável por até 80% do consumo do computador. Mais eficiente é configurar a máquina para o modo de economia de energia. Assim, ele vai desligar automaticamente toda vez que você se ausentar.

     

  28. Reduza o uso de embalagens
    Embalagem menor é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais. Prefira embalagens maiores, de preferência com refil. Evite ao máximo comprar água em garrafinhas, leve sempre com você a sua própria.

     

  29. Compre papel reciclado
    Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.

     

  30. Utilize uma sacola para as compras
    Sacolinhas plásticas descartáveis são um dos grandes inimigos do meio-ambiente. Elas não apenas liberam gás carbônico e metano na atmosfera, como também poluem o solo e o mar. Quando for ao supermercado, leve uma sacola de feira ou suas próprias sacolinhas plásticas.

     

  31. Plante uma árvore
    Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Plante árvores no seu jardim ou inscreva-se em programas como o SOS Mata Atlântica ou Iniciativa Verde.

     

  32. Compre alimentos produzidos na sua região
    Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.

     

  33. Compre alimentos frescos ao invés de congelados
    Comida congelada além de mais cara, consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.

     

  34. Compre orgânicos
    Por enquanto, alimentos orgânicos são um pouco mais caros pois a demanda ainda é pequena no Brasil. Mas você sabia que, além de não usar agrotóxicos, os orgânicos respeitam os ciclos de vida de animais, insetos e ainda por cima absorvem mais gás carbônico da atmosfera que a agricultura “tradicional”? Se toda a produção de soja e milho dos EUA fosse orgânica, cerca de 240 bilhões de quilos de gás carbônico seriam removidos da atmosfera. Portanto, incentive o comércio de orgânicos para que os preços possam cair com o tempo.

     

  35. Ande menos de carro
    Use menos o carro e mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.

     

  36. Não deixe o bagageiro vazio em cima do carro
    Qualquer peso extra no carro causa aumento no consumo de combustível. Um bagageiro vazio gasta 10% a mais de combustível, devido ao seu peso e aumento da resistência do ar.

     

  37. Mantenha seu carro regulado
    Calibre os pneus a cada 15 dias e faça uma revisão completa a cada seis meses, ou de acordo com a recomendação do fabricante. Carros regulados poluem menos. A manutenção correta de apenas 1% da frota de veículos mundial representa meia tonelada de gás carbônico a menos na atmosfera.

     

  38. Lave o carro a seco
    Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a lavagem tradicional, que desperdiça centenas de litros a cada lavagem. Procure no seu posto de gasolina ou no estacionamento do shopping.

     

  39. Quando for trocar de carro, escolha um modelo menos poluente
    Apesar da dúvida sobre o álcool ser menos poluente que a gasolina ou não, existem indícios de que parte do gás carbônico emitido pela sua queima é reabsorvida pela própria cana de açúcar plantada. Carros menores e de motor 1.0 poluem menos. Em cidades como São Paulo, onde no horário de pico anda-se a 10km/h, não faz muito sentido ter carros grandes e potentes para ficar parados nos congestionamentos.

     

  40. Use o telefone ou a Internet
    A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.

     

  41. Voe menos, reúna-se por videoconferência
    Reuniões por videoconferência são tão efetivas quanto as presenciais. E deixar de pegar um avião faz uma diferença significativa para a atmosfera.

     

  42. Economize CDs e DVDs
    CDs e DVDs sem dúvida são mídias eficientes e baratas, mas você sabia que um CD leva cerca de 450 anos para se decompor e que, ao ser incinerado, ele volta como chuva ácida (como a maioria dos plásticos)? Utilize mídias regraváveis, como CD-RWs, drives USB ou mesmo e-mail ou FTP para carregar ou partilhar seus arquivos. Hoje em dia, são poucos arquivos que não podem ser disponibilizados virtualmente ao invés de em mídias físicas.

     

  43. Proteja as florestas
    Por anos os ambientalistas foram vistos como “eco-chatos”. Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores do que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois mantém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera.

     

  44. Considere o impacto de seus investimentos
    O dinheiro que você investe não rende juros sozinho. Isso só acontece quando ele é investido em empresas ou países que dão lucro. Na onda da sustentabilidade, vários bancos estão considerando o impacto ambiental das empresas em que investem o dinheiro dos seus clientes. Informe-se com o seu gerente antes de escolher o melhor investimento para você e o meio ambiente.

     

  45. Informe-se sobre a política ambiental das empresas que você contrata
    Seja o banco onde você investe ou o fabricante do shampoo que utiliza, todas as empresas deveriam ter políticas ambientais claras para seus consumidores. Ainda que a prática esteja se popularizando, muitas empresas ainda pensam mais nos lucros e na imagem institucional do que em ações concretas. Por isso, não olhe apenas para as ações que a empresa promove, mas também a sua margem de lucro alardeada todos os anos. Será mesmo que eles estão colaborando tanto assim?

     

  46. Desligue o computador
    Muita gente tem o péssimo hábito de deixar o computador de casa ou da empresa ligado ininterruptamente, às vezes fazendo downloads, às vezes simplesmente por comodidade. Desligue o computador sempre que for ficar mais de 2 horas sem utilizá-lo e o monitor por até quinze minutos.

     

  47. Considere trocar seu monitor
    O maior responsável pelo consumo de energia de um computador é o monitor. Monitores de LCD são mais econômicos, ocupam menos espaço na mesa e estão ficando cada vez mais baratos. O que fazer com o antigo? Doe a instituições como o Comitê para a Democratização da Informática.

     

  48. No escritório, desligue o ar condicionado uma hora antes do final do expediente
    Num período de 8 horas, isso equivale a 12,5% de economia diária, o que equivale a quase um mês de economia no final do ano. Além disso, no final do expediente a temperatura começa a ser mais amena.

     

  49. Não permita que as crianças brinquem com água
    Banho de mangueira, guerrinha de balões de água e toda sorte de brincadeiras com água são sem dúvida divertidas, mas passam a equivocada idéia de que a água é um recurso infinito, justamente para aqueles que mais precisam de orientação, as crianças. Não deixe que seus filhos brinquem com água, ensine a eles o valor desse bem tão precioso.

     

  50. No hotel, economize toalhas e lençois
    Use o bom senso... Você realmente precisa de uma toalha nova todo dia? Você é tão imundo assim? Em hotéis, o hóspede tem a opção de não ter as toalhas trocadas diariamente, para economizar água e energia. Trocar uma vez a cada 3 dias já está de bom tamanho. O mesmo vale para os lençois, a não ser que você mije na cama...

     

  51. Participe de ações virtuais
    A Internet é uma arma poderosa na conscientização e mobilização das pessoas. Um exemplo é o site ClickÁrvore, que planta árvores com a ajuda dos internautas. Informe-se e aja!

     

  52. Instale uma válvula na sua descarga
    Instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no seu vaso sanitário: mais quantidade para o número 2, menos para o número 1!

     

  53. Não peça comida para viagem
    Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.

     

  54. Regue as plantas à noite
    Ao regar as plantas à noite ou de manhãzinha, você impede que a água se perca na evaporação, e também evita choques térmicos que podem agredir suas plantas.

     

  55. Frequente restaurantes naturais/orgânicos
    Com o aumento da consciência para a preservação ambiental, uma gama enorme de restaurantes naturais, orgânicos e vegetarianos está se espalhando pelas cidades. Ainda que você não seja vegetariano, experimente os novos sabores que essa onda verde está trazendo e assim estará incentivando o mercado de produtos orgânicos, livres de agrotóxicos e menos agressivos ao meio-ambiente.

     

  56. Vá de escada
    Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia elétrica dos elevadores.

     

  57. Faça sua voz ser ouvida pelos seus representantes
    Use a Internet, cartas ou telefone para falar com os seus representantes em sua cidade, estado e país. Mobilize-se e certifique-se de que os seus interesses – e de todo o planeta – sejam atendidos.

     

  58. Divulgue essa lista!
    Envie essa lista por e-mail para seus amigos, divulgue o link do post no seu blog ou orkut, reproduza-a livremente, e, quando possível, cite a fonte. O Mude o Mundo agradece, e o planeta também! :)

 

Forte abraço. 

Avaliação: 10.00 (1 voto) - Avalie esta notícia - Comentar?
Geral : Uma semana com o Operador Bastardo
Enviado por anderson em 18/06/2009 08:10:20 (2380 leituras)

Uma semana na vida do:
Operador Bastardo
 
Segunda-feira - 8:05h - Usuário chama dizendo que perdeu a senha. Eu disse a ele para usar um utilitário de recuperação de senhas FDISK. Ignorante, ele me agradeceu e desligou. Meu Deus! E a gente ainda deixa essas pessoas votarem e dirigirem?

8:12h - A Contabilidade chamou para dizer que não conseguiam acessar a base de dados de relatórios de despesas. Dei a Resposta Padrão dos Administradores de Sistemas #112: Engraçado... Comigo funcionou.... Deixei eles pastando um pouco enquanto eu desconectava minha cafeteira do no-break e conectava o servidor deles de volta. Sugeri que eles tentassem novamente. Ah... Mais um usuário feliz...

8:14h - O usuário das 8:05 chamou dizendo que recebeu a mensagem: Erro no acesso ao dispositivo. Disse a ele que isso era problema de S.O. e transferi a ligação para o microsuporte.

11:00h - Relativamente calmas as últimas horas. Decidi reconectar o telefone do suporte para ligar pra minha namorada. Ela disse que os pais dela virão pra cidade nesse fim-de-semana. Pus ela em-espera e transferi a ligação para o almoxarifado. Que é que ela está pensando? Os torneio de Halo 3 é neste fim-de-semana!

12:00h - Almoço.
15:30h - Retorno do almoço.

15:55h - Acordei da soneca. Sonhos ruins me dão tremores. Empurrei os servidores sem razão. Voltei pra soneca.

16:23h - Outro usuário liga. Quer saber como mudar fontes em um formulário. Perguntei que chip eles estão usando. Falei pra eles ligarem novamente quando descobrirem.

16:55h - Resolvi rodar a macro Criar Salvar/Replicação de Conflitos para que o turno da noite tivesse algo pra fazer...


Terça-feira - 8:30h - Terminei a leitura do log do suporte da noite anterior. Pareceram ocupados. Tempos terriveis com Salvar/Replicação de Conflitos...

9:00h - Gerente de suporte chega. Quer discutir minha atitude. Cliquei no Phone Notes Smart Icon. Adoraria, mas estou ocupado, gritei enquanto pegava as linhas de suporte, que (misteriosamente) acenderam.

9:35h - O chefe da equipe de P&D precisa de ID para novos empregados. Disse ele que precisava do formulario J-19R=3D9C9\\DARR\K1. Ele nunca tinha ouvido falar de tal formulário. Disse a ele que estava no banco de dados de FORMULÁRIOS ESPECIAIS. Ele nunca tinha ouvido falar de tal banco de dados. Transferi a ligação para o almoxarifado.

10:00h - Ana ligou pedindo um novo ID. Eu disse que precisaria da matricula, nome do depto, nome do gerente e estado marital. Rodei @DbLookup nos bancos de dados de Controle de Doenças e não achei nada. Disse a ela que o novo ID estaria pronto a noite. Relembrando as lições de Reengenharia para Parceria de Usuários, ofereci-me para entregar pessoalmente em sua casa.

10:07h - O cara do almoxarifado passou por aqui dizendo que estava recebendo ligações estranhas ultimamente. Ofereci a ele um treino em Notes. Começando agora. Deixei ele olhando a console enquanto sai para fumar.

13:00h - Voltei da pausa para o cigarro. O almoxarife disse que os telefones ficavam tocando demais, então ele transferia as ligações pra moça da cafeteria. Começo a gostar desse cara.

13:05h - Grande comoção! Gerente de suporte cai num buraco aberto onde eu tinha tirado os tacos, na frente da porta do seu escritório. Falei pra ele da importância de não entrar correndo na sala dos servidores, mesmo que eu grite: Meu Deus Fogo!!

14:00h - A secretária jurídica liga e diz que perdeu a senha. Pedi a ela que cheque sua bolsa, chão do carro e no banheiro. Disse que provavelmente caiu das costas da máquina. Sugeri que ela ponha durex em todas as entradas de ar que ela ache no PC. Resmungando, ofereci-me para lhe dar nova ID enquanto ela colava os durex...

14:49h - O almoxarife voltou. Quer mais aulas. Tirei o resto do dia de folga.


Quarta-feira - 8:30h - Detesto quando os usuários ligam pra dizer que o chipset não tem nada a ver com fontes em um formulário. Disse a eles: Claro, vocês deviam estar checando o "bitset" e não "chipset". Usuário bobo pede desculpa e desliga.

9:10h - Gerente de suporte, com o pé engessado, volta ao escritório. Agenda um encontro comigo para 10:00h. Usuário liga e quer falar com o gerente de suporte sobre terríveis socorros na mesa de suporte. Disse a eles que o gerente estava indo a uma reunião. As vezes a vida nos dá material...

10:00h - Chamei o Luiz do almoxarifado pra ficar no meu lugar enquanto vou no escritório do gerente. Ele disse que não pode me demitir, mas que pode sugerir vários movimentos laterais na minha carreira. A maioria envolvida com implementos agrícolas no Acre. Falando nisso, perguntei se ele já sabia de um novo Bug que pega texto indexado dos bancos de dados e distribui aleatoriamente todas as referências. A reunião foi adiada...

10:30h - Disse ao Luiz que ele está se saindo muito bem. Ofereci-me para mostra-lo o sistema corporativo de PBX algum dia...

11:00h - Almoço.
16:55h - Retorno do almoço.

17:00h - Troca de turno. Vou pra casa.


Quinta-feira - 8:00h - Um cara novo (Jonas) começou hoje. "Boa sorte", disse a ele. Mostrei-lhe a sala do servidor, o armário de fios e a biblioteca técnica. Deixei-o com um PC-XT. Falei pra ele parar de choramingar. O Notes rodava igual, tanto em monocromo quanto em cores.

8:45h - Finalmente o PC do novato deu boot. Disse a ele que iria criar novo usuário pra ele. Alterei o tamanho minimo da senha para 64 caracteres e sai pra fumar.

9:30h - Apresentei o Luiz ao Jonas. "Boa Sorte", comentou o Luiz. Esse cara não é o máximo?

11:00h - Ganhei do Luiz no dominó. Luiz sai. Tirei o resto das peças da manga (tenha sempre backups). Usuário liga, diz que servidor de contabilidade está fora do ar. Desconecto o cabo Ethernet da antena do radio (melhor recepção) e ligo de volta no Hub. Disse a ele que tentasse novamente. Mais um usuário feliz!

11:55h - Expliquei ao Jonas a Política Corporativa #98.022.01: Sempre que novos empregados começam em dias que terminam em 'A' estão obrigados a prover sustento e repouso ao analista técnico sênior do seu turno. Jonas duvida. Mostrei o banco de dados de políticas corporativas. Lembre-se, a pizza é de peperoni, sem pimenta! Gritei enquanto Jonas pisa no taco solto ao sair.

13:00h - Oooooh! Pizza me dá um sono...

16:30h - Acordo de uma soneca refrescante. Peguei o Jonas lendo anúncios de emprego.

17:00h - Troca de turno. Desligo e ligo o servidor varias vezes (teste do botão ON-OFF). Até amanhã...


Sexta-feira - 8:00h - Turno da noite continua tendo problemas para trocar a fonte
de alimentação do servidor. Disse a eles que estava funcionando direito quando sai.

9:00h - Jonas não está aqui ainda. Decidi que deveria começar a responder as chamadas eu mesmo.

9:02h - Chamada de usuário. Diz que a base em Sergipe não consegue replicar. Eu e Luiz determinamos que é problema de fuso horário. Mandei eles ligarem para Telecomunicações.

9:30h - Meu Deus! Outro usuário! Eles são como formigas, Dizem que estão em Manaus e não conseguem replicar com Sergipe. Falei que era fuso horário, mas com duas-horas de diferença. Sugeri que eles resetassem o horário do servidor.

10:17h - Usuário do Espírito Santo liga. Diz que não consegue mandar e-mail pra Manaus. Disse pra eles alterarem o horário do servidor para 3 horas adiantado.

11:00h - E-mail da corporação diz para todos pararem de alterar o horário dos servidores. Alterei a data e reenviei para o Acre.

11:20h - Terminei a macro @FazerCafe. Recoloquei o telefone no gancho.

11:23h - O Acre liga, perguntando que dia é hoje.

11:25h - Gerente de suporte passa pra dizer que o Jonas pediu pra sair. Tão difícil achar boa ajuda... Respondi. O gerente disse que ele tem um horário com o ortopedista essa tarde e pergunta se eu me importo em substitui-lo na reunião semanal dos administradores. No problems, eu respondo.

11:30h - Chamo Luiz e digo que a oportunidade bate à sua porta e ele é convidado para um encontro essa tarde. Claro, você pode trazer seu jogo de dominó, digo a ele.

12:00h - Almoço

13:00h - Começo backups completos no servidor Linux. Redireciono tudo para /dev/null para ser mais rápido.

13:03h - Backup semanal completo. Cara, como eu gosto da tecnologia moderna!

14:30h - Olho o banco de dados de contatos de suporte. Cancelo o compromisso de 2:45h. Ele deve ficar em casa descansando.

14:39h - Outro usuário ligando. Diz que quer aprender a criar um documento de conexão. Digo a ele para rodar o utilitário de documentos CTRL+ALT+DEL Ele disse que o PC reiniciou. Digo a ele para chamar o microsuporte.

15:00h - Outro usuário (novato) liga. Diz que a macro periódica não funciona. Disse a ele para incluir a macro @DeleteDocument no final da fórmula e prometi a ele mandar-lhe o anexo do manual que indica isso.

16:00h - Acabei de trocar a cor da fonte de todos os documentos para branco. Também alterei o tamanho para 2 nos bancos de dados de ajuda.

16:30h - Um usuário liga pra dizer que não consegue ver nada em nenhum documento. Digo a ele para ir no menu Edit, opção Select all, e apertar a tecla Delete depois Refresh. Prometi mandar-lhe a página do manual que fala sobre isso.

16:45h - Outro usuário liga. Diz que não consegue ver os helps dos documentos. Digo a ele que irei consertar. Mudei a fonte para WingDings.

16:58h - Conectei a cafeteira no Hub Ethernet pra ver o que acontece...Nada... (muito sério).

17:00h - O turno da noite apareceu. Digo a eles que o Hub está agindo estranho. Desejo um bom fim-de-semana.

 

Avaliação: 0.00 (0 votos) - Avalie esta notícia - Comentar?
Geral : De ontem em diante
Enviado por anderson em 13/03/2009 17:28:30 (2022 leituras)

De ontem em diante

De ontem em diante serei o que sou no instante agora
Onde ontem, hoje e amanhã são a mesma coisa
Sem a idéia ilusória de que o dia, a noite e a madrugada 
são coisas distintas
Separadas pelo canto de um galo velho
Eu apóstolo contigo que não sabes do evangelho
Do versículo e da profecia
Quem surgiu primeiro? o antes, o outrora, a noite ou o dia?
Minha vida inteira é meu dia inteiro
Meus dilúvios imaginários ainda faço no chuveiro!
Minha mochila de lanches?
É minha marmita requentada em banho Maria!
Minha mamadeira de leite em pó
É cerveja gelada na padaria
Meu banho no tanque?
É lavar carro com mangueira
E se antes, bem antes, um pedaço de maçã
Hoje quero a fruta inteira
E da fruta tiro a polpa... da puta tiro a roupa
Da luta não me retiro
Me atiro do alto e que me atirem no peito
Da luta não me retiro...
Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras, das besteiras e das besteiras que fizemos ontem

 

Composição: Fernando Anitelli 

Avaliação: 0.00 (0 votos) - Avalie esta notícia - Comentar?
(1) 2 »
Pesquisa